A Menina que Roubava Livros

filme_-a-menina-que-roubava-livros-2

No post de hoje eu vou falar sobre um filme muito esperado por mim este ano, que é a adaptação do best-seller “A Menina que Roubava Livros” (publicado pela editora Intrínseca), do australiano Marcus Zusak.

Brian Percival, da série britânica Downton Abbey, é o diretor, cuja estreia nos cinemas brasileiros foi dia 31/01, e como eu estava muito ansiosa fui logo conferir.

Assim como no livro, no filme a história também é narrada pela Morte, cuja participação foi limitada a momentos chave. Não lhe parece assustador?filme_-a-menina-que-roubava-livros-3

A personagem principal é Liesel Meminger, uma garota de dez anos filha de mãe comunista que perde seu irmão em um trem a caminho de conhecer seus novos pais, que a adotaram por dinheiro, Hans e Rosa. Uma figura paterna doce e paciente em contraponto a uma mãe durona, mas no fundo com sentimentos bons. Eu particularmente gostei das personalidades antagônicas.filme_-a-menina-que-roubava-livros-1

Pode-se dizer que Liesel roubou apenas dois livros durante o filme. Um no enterro de seu irmão e o outro de uma das fogueiras feitas para queimar obras consideradas subversivas. Os demais ela pegava “emprestado” da biblioteca particular da mulher do prefeito, Ilsa, a qual passa a imagem de uma pessoa solitária que se agarra aos livros para amenizar a falta do filho.filme_-a-menina-que-roubava-livros-6

Ambientado no auge da Segunda Guerra Mundial. Observa-se o sacrifício que as famílias tinham que fazer para ajudar os rejeitados, como é o caso de Max que infelizmente nasceu judeu, o que era um crime na Alemanha nazista. Este se tornou amigo de Liesel. Ela sempre lhe descrevia como estava o dia lá fora e quando ele estava doente lia para ele.filme_-a-menina-que-roubava-livros-4

E por último, Rudy, o primeiro amor e melhor amigo de Liesel, um alemão que adorava apostar corrida e não desistia de tentar ganhar um beijo dela.filme_-a-menina-que-roubava-livros-5

A trilha sonora do filme, de John Williams, foi indicada ao Globo de Ouro 2014.

Na minha opinião, a adaptação teve algumas alterações, o que é normal já que o livro tem 500 páginas. O filme em si mostra uma realidade triste, sendo constante o clima de guerra, a tensão durante os ataques aéreos, a perseguição.  Muitas pessoas morreram nos bombardeios. Eu chorei litros, principalmente no final. Confiram abaixo o trailer.

Anúncios

19 thoughts on “A Menina que Roubava Livros

  1. Eu particularmente gostei muito da adaptação e me emocionei. Claro que não é totalmente fiel ao livro. Sempre tem algumas alterações. Depois de ver me conte o que achou.
    Beijos

      1. Vai demorar horrores, na minha cidade não tem cinema =/
        Mas assim que eu ver eu te conto sim. To pensando em comprar o livro esse mes. ADORO livros (ótimos) que viram filmes (ótimos ou muito bons).
        Beijos.

    1. Sim. É lindo e os personagens interpretaram muito bem seus papéis. Obrigada! O livro é emocionante e o filme não poderia ser diferente. Depois de ver me conte o que achou.
      Beijos

    1. Sim. O filme é muito bom. No livro também é a morte quem narra a história só que a mesma participa bem mais que no filme. Acho que foi apenas uma forma que o autor encontrou para chamar e prender a atenção das pessoas.
      Beijos Sara

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s