The 100

The-100

Oi gente! Como vocês estão?
No post de hoje vim indicar pra vocês a série The 100, baseada no livro Os Escolhidos da autora Kass Morgan. O enredo é que depois de uma guerra nuclear ter destruído o planeta Terra os únicos sobreviventes foram 400 pessoas que estavam em 12 estações espaciais em órbita. As mesmas se uniram formando uma única estação intitulada de Arca. O problema é que com o passar dos anos o crescimento da população fez com que os recursos se tornassem escassos (especialmente o oxigênio) e por isso enviaram um grupo de 100 jovens prisioneiros a Terra em uma missão secreta para saber se é habitável, principalmente no que diz respeito a níveis de radiação. Já na Terra, os jovens tem que descobrir como sobreviver entre eles, aos terráqueos e ao Monte Weather. A série foi criada por Jason Rothenberg e produzida pelo canal The CW e no momento tem um total de 45 episódios divididos em 3 temporadas. Terminei a primeira recentemente e estou ansiosa pela segunda. Confiram o trailer abaixo.

O que acharam? Alguém já assiste ou ficou curioso para assistir?

Anúncios

Fuller House

fuller_house_-_teaser_screen_shot_-_h_2016

Oi gente! Tudo bem com vocês? Vocês lembram da série Full House? Mais conhecida como Três é Demais, que foi ao ar de 1987 até 1995 e bem conhecida por ter sido veiculada em TV aberta aqui no Brasil pelo SBT? Se a resposta for sim você com certeza vai amar Fuller House, uma série produzida pelo Netflix que traz os personagens da série que tanto amávamos nos anos 90 mais velhos e muitos, que antes eram apenas crianças, adultos. A série agora gira em torno, principalmente, da Sthephanie, Kimmy, D.J e seus filhos, além de contar também com a participação esporádica do pessoal mais velho da série. Os novos personagens são muito bons e os antigos revivem bordões que te fazem reviver a época de quando a primeira série foi lançada. Fuller House possui 13 episódios que variam de 25 min até 35 min. Vale super a pena acompanhar essa série só pela nostalgia que ela causa.

E vocês? Gostavam da série na década de 90? Já assistiram Fuller House? Contem para a gente! Beijão!

“O Mundo de Tim Burton” – MIS

12784218_1240776619271102_445474411_n

Oi gente! Tudo bem com vocês? Semana passada eu estive em São Paulo para ir na exposição “O Mundo de Tim Burton” que está acontecendo no Museu da Imagem e do Som e vim contar como foi e o que achei para quem vai ou está planejando ir no evento. Eu fui na exposição com mais dois amigos meus e nós havíamos comprado o ingresso antecipado online por cerca de 50 (inteira) para não correr o risco de perder a viagem.

12788144_1240776642604433_41808068_n

Ao chegar na exposição existia uma fila onde os funcionários do Museu iam liberando a entrada para uma determinada quantidade de gente para que lá dentro não ficasse exageradamente cheio. Logo na entrada você é instruído a não tirar fotos da exposição, sendo este um pedido do próprio Tim Burton, é claro que dá muita vontade de tirar fotos, mas em alguns momentos você fica tão submerso nos trabalhos do cineasta que acaba até esquecendo de tudo isso.

tim-burton

Na exposição você vai encontrar de tudo, desde guardanapos, cadernetas e papéis, até esculturas, polaroids e quadros. Para descer do primeiro andar da exposição para o térreo tem um escorregador que te leva diretamente para uma sala com um enorme Balloon Boy.

ala-da-felicidade-da-exposicao-o-mundo-de-tim-burton-1454537879026_615x470

Uma coisa que senti bastante falta na exposição foram de mais rascunhos de filmes como: A Noiva Cadáver, Alice no País das Maravilhas e Edward Mãos de Tesoura, no entanto, para quem leu o livro “O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias” é um prato cheio. Fiquei bem surpresa com o cuidado para deixar até mesmo as paredes com a cara do Tim Burton. Existe uma sala com telas em branco que ao pegar placas de vidro e segurá-las na frente da TV é possível assistir animações e ao clipe “Here With Me” da banda The Killers, que foi dirigido pelo cineasta. Além disso, existem muitas outras coisas na exposição e que vale muito a pena ver, pois são materiais exclusivos.

16028251

Não esqueça de tirar fotos na entrada da exposição antes ou depois de visitá-la, já que é o único lugar que é permitido tirar fotos e se trata de uma entrada muito característica das exposições do Tim Burton. Na saída também é possível assistir João e Maria dirigido pelo mesmo em um pequeno cinema. No lado de fora do MIS existe uma lojinha com produtos exclusivos da exposição como lápis, canetas, bottons, postais, livro, guarda-chuva, camisetas, marca páginas e entre outras coisas, o preço de alguns artigos não é dos mais amigáveis, mas tem lembrancinhas muito lindas para levar com carinho da exposição.

12767769_1240776202604477_860959334_n

Espero que vocês tenham gostado do post e que tenham ficado com vontade de visitar a exposição, pois, acreditem, é uma experiência única. Vocês já foram na exposição? Gostam do Tim Burton? Contem para a gente! Beijão!

Under the Dome

under_the_dome_640x360

Oi gente! Como vocês estão?
No post de hoje vim indicar pra vocês uma série americana produzida pelo canal CBS que comecei a acompanhar a pouco tempo intitulada Under the Dome (Sob a Redoma), transmitida no Brasil pela TNT e Rede Globo. A adaptação é baseada no romance homônimo de mesmo nome de Stephen King lançado em 2009, tendo um total de 3 temporadas totalizando 39 episódios. O cancelamento se deveu a brusca queda da audiência nas duas últimas temporadas. Confesso que fiquei meio decepcionada, uma vez que ainda estou na primeira temporada e como não li o livro, estou ansiando pelas próximas para saber qual será o desfecho. A série se passa na pequena cidade de Chester’s Mill, no Maine, que tem sua rotina modificada quando subitamente um domo invisível os isola do resto do mundo, sendo assim, os moradores tem que encontrar meios de sobreviver lidando com a escassez de recursos básicos e várias outras tensões que surgem e segredos que são postos a tona. Em meio a isso, algumas pessoas tentam se comunicar com a redoma para descobrir seu propósito. Recomendo pelo fato da série conseguir prender a atenção por ser algo sobrenatural que envolve muitos mistérios e suspense. Confiram o trailer abaixo.

O que acharam? Alguém já assistiu ou ficou curioso para assistir? Contem pra gente 😉

Long Live the Royals: contraste de gerações na nova minissérie do Cartoon Network

ORBIEqrmvFY.market_maxres

 

E aí pessoal? Tudo certo com vocês? Hoje eu trouxe para o blog uma dica de animação leve, rápida de assistir e bem divertida que descobri neste fim de semana e que é mais um produto do canal Cartoon Network.

De modo geral, na televisão, existem animações para encantar, para ensinar, entreter e divertir. E o canal estadunidense Cartoon Network com certeza sabe explorar cada uma dessas opções sem perder qualidade ou público. A nova minissérie do canal é a prova disso: criada por Sean Szeles e idealizada com apenas 5 episódios,  ela é voltada apenas para divertir o público, sem grandes pretensões. Assim, Long Live the Royals traz situações cômicas e simples do dia a dia de uma família real um pouco incomum.

long-live-the-royals

O maior diferencial da animação é, sem dúvida, sua ambientação. A família real britânica que intitula a série mora em uma vila medieval situada nos nossos anos atuais e oscila entre costumes típicos da nossa sociedade misturados com padrões medievais de comportamento e punições, por exemplo. Assim acompanhamos na minissérie um pouco da vida do Rei Rufus e da Rainha Eleanor, e seus filhos Peter, Rosalind e Alex em situações cômicas que envolvem: rebeldia adolescente, sonhos infantis e muita confusão com uma família que não respeita os próprios costumes da realeza e da alta vida em sociedade.

1026083-longlivetheroyals002prexclusive2

Essa mistura de duas épocas diferentes dá um toque especial na série, principalmente quando, por exemplo, em meio à luta com seres mágicos, bruxos e cavaleiros, alguém tira uma foto com o Iphone ou reclama que está sem sinal de internet. O mesmo vale para a comunicação: em um dos episódios Rosalind, a filha do rei, manda uma mensagem de celular para o namorado e recebe a resposta de volta por meio de um pombo correio. São diversas situações nos poucos 5 episódios (4 oficialmente + um piloto de teste) para divertir e fazer contrastes de realidades de forma criativa e eficaz.

A minissérie é a terceira produzida pelo canal, que já trouxe O Segredo Além do Jardim e Stakes, minissérie baseada na personagem Marceline, de A Hora da Aventura.

Espero que tenham gostado da dica e se tiverem alguma animação para nos indicar eu adoraria conhecer também! Deixe nos comentários suas recomendações que prometo assistir (caso eu ainda não conheça).

tumblr_nypbpfmWXG1t5773qo1_1280